quarta-feira, 3 de junho de 2015

Projeto Mulher inteligente, é mulher que se cuida é concluído com sucesso pelo colégio José Teixeira


O Colégio Municipal José Teixeira preocupado com o crescimento do índice de HPV (Papilomavírus Humano), doença comumente encontrada no colo do útero das mulheres, largou na frente e realizou hoje(02) a culminância do projeto HPV, denominado de: Mulher inteligente, é mulher que se cuida, que teve a significativa presença de mais de 80 mulheres, algumas temerosas e tímidas por estarem fazendo o seu primeiro exame.
Foi o caso de Maria Antonio Sousa Carvalho, 29 anos, mãe de três filhos, moradora do bairro Vila Mata, que mesmo perdendo a mãe por causa de um câncer se recusava a fazer o exame. "Aqui vi muita gente participando, então me deu coragem", disse ainda inibida.

O projeto além de facilitar o acesso, objetivou também conscientizar  pessoas como dona Maria Antonia da necessidade do exame. O projeto passou a se realizar durante todo o mês de maio com palestras educativas visando esclarecer a fundo a importância de fazer o exame rotineiramente. Na manhã de hoje, antes da coleta do material, houve uma palestra com a médica Gissele Sampaio Brito que abordou os problemas relacionados a doença e a necessidade inadiável do exame pelo menos uma vez ao ano.
As salas de aulas foram improvisadas com macas e toda estrutura necessária, de maneira que as atendidas ficassem a vontade para a coleta do material. Segundo a enfermeira Nívia Barbosa, depois de coletado o material, ele será levado ao hospital Materno Infantil em presidente Dutra, onde será examinado. Ainda segundo ela, caso haja alteração no exame será feita uma Colposcopia (Exame que faz parte do rastreamento de câncer de colo do útero). Para a diretora do colégio, Susana Alves e Silva, o momento superou as expectativas com um bom número de mães presentes. Susana ressaltou ainda o apoio dado pela Secretaria de Saúde em disponibilizar materiais, equipamentos e todo material humano para a conclusão do projeto.
  

Nenhum comentário:

.

.