segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Lençóis maranhenses celebra a cultura do Maranhão com o ‘Mais Cultura e Turismo’



‘Mais Cultura e Turismo’ fechou a primeira temporada de apresentações na cidade de Barreirinhas com saldo positivo
O ‘Mais Cultura e Turismo’ levou 18 apresentações, entre shows de artistas renomados como Flávia Bittencourt, Carlinhos Veloz, Wilson Zara, Carlos Daffé e Mano Borges, bumba-bois, quadrilhas, cucuriás, tambores de crioula e outras tantas apresentações de artistas locais, na cidade de Barreirinhas.
Com uma participação ativa do público e encantamento visível dos turistas que visitavam a cidade, o “Mais Cultura e Turismo” realizou encontros de gerações e ritmos, misturando em um mesmo lugar pessoas de todas as idades e apresentações culturais dos mais variados sons. De sexta até domingo, artistas como Clayber Rocha, Carlos Daffé, Mano Borges e Diego Reis, Daniele Oliveira e Luciano Lima, que representam a nova safra dos músicos de Barreirinhas, cantaram e encantaram um público fiel e animado.
O projeto, além de movimentar as noites da cidade, também movimentou o comércio local sem tirar a calma, nem a segurança típica da cidade. Para Diego Reis, cantor local que se apresentou durante o projeto, a iniciativa mescla turismo, música, arte, cultura.
“Como compositor, artista local, é uma satisfação muito grande ter participado desse momento”. Já para Daniele Oliveira, o projeto significa oportunidade. “Estou no início da carreira e é enorme a satisfação em ter participado do projeto. Foi uma grande chance dada a quem ainda é anônimo. Uma chance de mostrar nosso trabalho”, disse ela.
De acordo com Celso Reis, autoestima é a palavra chave. “É um projeto que veio a calhar com aquilo que temos de melhor, que é a diversidade cultural maranhense. Com certeza, só tende a aumentar a autoestima da nossa cultura, do nosso povo e propiciar ao turista conhecer um pouco disso. Parabenizo o Governo do Estado pela iniciativa. Estava precisando acontecer algo assim. E a estrutura montada para as apresentações, sem distinção, significa valorização”, afirmou o cantor, que em Barreirinhas estava como espectador, mas participou do projeto em São Luís.
Mano Borges destacou que além da autoestima e valorização o projeto proporciona interação. “No auge está nossa música, riqueza cultural, juntando isso tudo ao turismo. O projeto está de parabéns por unir essas duas grandes forças, turismo e cultura. E o mais importante é que traz interação entre artistas já consagrados e aqueles que não são conhecidos. Pessoas que estão batalhando um espaço. Nós também já passamos por isso. E momentos como esses são importantes pra alavancar nossa carreira”.
Essa união agradou aos presentes. “União da música, manifestações, artistas locais e de renome. Adorei o que vi”, afirmou a jornalista paulista Evelin Ribeiro. A festa continua em São Luís até o dia 29 de agosto, com o grande show de Luiz Melodia, no Ceprama.

Nenhum comentário:

.

.