domingo, 23 de agosto de 2015

Semana de Ciência e Tecnologia do Maranhão recebe propostas de atividades


As instituições interessadas em levar atividades para a Semana de Ciência e Tecnologia do Maranhão podem se inscrever até o dia 14 de setembro no endereço http://secti.ip.tv/semanacti. Em São Luís, o evento que acontece entre os dias 19 e 25 de outubro, será sediado na Praça Maria Aragão, mas as propostas podem se estender para os continentes. As ações incluem exposição de posters, conferências, palestras, mesas redondas, minicursos, oficinas, workshops, visitação, mostras científicas, feiras de ciências, lançamentos de livros e saraus.
Terão prioridade as indicações relacionadas ao tema “Luz, Ciência e Vida” e as financiadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico do Maranhão. Um edital prevendo o apoio a projetos que dialoguem com a temática fechou na última segunda-feira (10). Por meio dele, a Fapema disponibilizará R$500 mil para pesquisadores vinculados a Instituições de Ensino Superior ou Pesquisa, proponentes ligados às escolas da rede de ensino do Estado e eventos municipais.
O Governo definiu ainda a valorização de ideias para a melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano do Maranhão. Uma Comissão Julgadora selecionará as melhores, que receberão o Prêmio Mais IDH, composto por uma importância em dinheiro, um diploma e a Medalha Eduardo Campos. Uma homenagem ao economista, que foi Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação no ano de 2004, época em que foi criada a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.
“A programação está sendo fechada com nomes de destaque internacional. É o caso médico Miguel Nicolelis, inventor da prótese apresentada na abertura da Copa do Mundo de 2014, que funciona a partir de impulsos cerebrais. E o de Gina Gotthilf, chefe de desenvolvimento internacional e marketing da plataforma Duolingo, que falará sobre Startups. A participação dos pesquisadores maranhenses é indispensável. A ideia de levar a Semana para um espaço público, de fácil acesso, é aproximar a Ciência e a Tecnologia da população, é apresentar o que é produzido dentro de nossas escolas e universidades”, adiantou o Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré.
No ato da inscrição, os autores devem escolher entre quatro áreas temáticas – Ciências Exatas e Naturais; Ciências da Saúde, Biológicas e Agrárias; Ciências Humanas, Letras e Artes; e Engenharias e Ciências Sociais Aplicadas. Mais informações podem ser conferidas no site do evento ou da Secti.
Assessoria de Comunicação da Secti.

Nenhum comentário:

.

.