segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Governo inicia curso de formação dos profissionais da Força Estadual de Saúde


Governador Flávio Dino e demais autoridades durante a aula inaugural da Fesma. Foto: Francisco Campos/Ses
Governador Flávio Dino e demais autoridades durante a aula inaugural da Fesma. Foto: Francisco Campos/Ses
Os candidatos aprovados na prova objetiva do seletivo público da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), participaram nesta segunda-feira (4), no auditório do Palácio Henrique de La Roque, da aula inaugural do Curso de Formação da Força Estadual de Saúde do Maranhão (Fesma).
“O compromisso de mudar as condições de vida das pessoas faz parte das mudanças que nos propusemos a fazer. Portanto, estamos consolidando um passo que demos no ano passado de inversão de prioridades, focando recursos no que entendemos ser essencial para a consolidação de uma política pública de saúde eficiente, com base na atenção primária”, pontuou o governador Flávio Dino, que instituiu o programa por meio de decreto, em janeiro de 2015.
O curso irá preparar os 168 candidatos para o exercício das atividades na Fesma, com treinamento específico e qualificado, para atuarem com foco no enfrentamento de condições de saúde consideradas prioritárias, iniciado pelos 30 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado, priorizando a redução efetiva de indicadores de morbi-mortalidade materno-infantil e internação hospitalar decorrentes da hipertensão e diabetes.
“Me sinto honrada em estar hoje aqui e tendo a oportunidade de contribuir com a mudança na saúde do nosso Estado”, essas foram as primeiras palavras da enfermeira Kelly dos Reis, de 28 anos, que integra a lista dos profissionais convocados. A princípio, ela pensava em fazer uma nova especialização, em tempo integral, mas optou pela Força Estadual de Saúde. “Poder trabalhar com a saúde pública e dentro do meu Estado foi o que me fez decidir pela Força. Para quem é formado na área da saúde esse é um desafio muito importante, e que nos dá orgulho de participar”, disse a enfermeira.
A Fesma é uma força-tarefa de atuação em cenários de maior necessidade, priorizando o enfrentamento de agravos mais prevalentes, com foco no resultado de curto e médio prazo, que se utilizará de técnicas e ações estratégicas e gestão diferenciada. “A hospitalização não pode ser a única estratégia para a saúde, pelo contrário, acreditamos que o papel da política pública de saúde é evitar o máximo possível que as pessoas cheguem ao hospital, e agora esse conceito chegou ao Maranhão por meio da Força Estadual de Saúde”, esclareceu o governador.
Governador Flávio Dino e demais autoridades durante a aula inaugural da Fesma. Foto: Francisco Campos/Ses
Governador Flávio Dino e demais autoridades durante a aula inaugural da Fesma. Foto: Francisco Campos/Ses
O secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, parabenizou os convocados que concorreram com cerca de 10 mil candidatos e reafirmou a importância do programa para o Estado. “Estudamos a nossa realidade e não temos dúvidas de que o investimento na Atenção Básica é o caminho para começarmos a mudar os indicadores de saúde do Maranhão. Estamos apostando nessa Força que irá ser ainda mais qualificada para modificar os processos de trabalhos e reverter prioritariamente esses três índices: mortalidade marterna e infantil, e as taxas de internação por complicações da hipertensão e diabetes”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco.
Participaram da solenidade de abertura, o governador Flávio Dino; o vice-governador, Carlos Brandão; o secretário de Saúde, Marcos Pacheco; o secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves; o presidente da Emserh e subsecretário de Saúde , Carlos Lula; a reitora da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), Nair Portela e a secretária municipal de saúde de Paço do Lumiar, Aila Freitas, representando o Conselho Municipal de Secretários Municipais de Saúde (Cosems).
A cearense Ana Paula Queiroz, soube do concurso pela internet e logo iniciou os estudos. Ao ver o resultado demorou a acreditar que estava entre os convocados para o curso de formação. “Além do desafio da atuação em campo, também terei de ficar longe da minha família. Esse será meu primeiro contato com a atenção básica, mas eu queria essa experiência prática por acreditar que o enfermeiro na atenção básica tem uma melhor atuação. E por isso estou feliz por poder aproveitar essa oportunidade”, conta Ana Paula.
Dos 168 convocados, 153 foram de ampla concorrência e 15 vagas reservadas para deficientes. As vagas estão distribuídas em: assistente social (4 vagas), educador físico (4), enfermeiro (76), farmacêutico (5), fisioterapeuta (4), fonoaudiólogo (3), médico (38), nutricionista (5), odontólogo (5), psicólogo (5) e terapeuta ocupacional (4).
O curso de formação será realizado em São Luís no período de 05/01/2016 a 20/02/2016, com 20 horas semanais e será constituído de módulos teóricos e práticos. O local será no Colégio São Marcos, situado na Avenida dos Holandeses, n° 8 A, no bairro Calhau, no horário das 14h às 22h.
No decorrer do curso, serão realizadas provas que comporão as notas dos candidatos. Serão eliminados aqueles que tiverem frequência inferior a 75%. O resultado do curso será divulgado no dia 24 de fevereiro.
O resultado final do processo seletivo para a Fesma será baseado na média aritmética ponderada dos pontos obtidos na Prova Objetiva e no Curso de Formação. A divulgação do resultado final será no dia 8 de março.
Municípios de lotação
Os candidatos aprovados serão lotados nos municípios que contemplam o programa ‘Mais IDH’: Afonso Cunha, Água Doce do Maranhão, Aldeias Altas, Amapá do Maranhão, Araioses, Arame, Belágua, Brejo de Areia, Cajari, Centro Novo do Maranhão, Conceição do Lago-Açu, Fernando Falcão, Governador Newton Bello, Itaipava do Grajaú, Jenipapo dos Vieiras, Lagoa Grande do Maranhão, Marajá do Sena, Milagres do Maranhão, Pedro do Rosário, Primeira Cruz, Santa Filomena, Santana do Maranhão, Santo Amaro do Maranhão, São Francisco do Maranhão, São João do Caru, São João do Sóter, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto, Satubinha e Serrano do Maranhão.
Secretário Marcos Pacheco apresenta os professores do curso de formação da Fesma. Foto: Francisco Campos/SES


Nenhum comentário:

.

.