quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Humberto Coutinho reivindica fim da descriminação do Maranhão pelo Ministério da Saúde.


O deputado Humberto Coutinho presidente da Assembléia Legislativa do Maranhão criticou veementemente a descriminação que o Maranhão sofre por parte do Ministério da Saúde na distribuição dos recursos dos SUS.
Humberto Coutinho disse que o Maranhão recebe R$ 140,00 per capita, em quanto a media nacional é de R$ 190,00.

Segundo o presidente da Assembléia não há condições do Governo do Estado fazer novos investimentos na área da saúde se não houver a correção desta injustiça, mas que mesmo assim o governador Flavio Dino abriu 2 grandes hospitais um em Pinheiros e outro em Caxias que foram construído com recursos do BNDS, porem para funcionar a contento  fica difícil com os recursos que o Estado recebe do SUS.

Nenhum comentário:

.

.