quinta-feira, 14 de abril de 2016

Governo realiza Caravana Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) na Cidade Olímpica e região


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), realizará, no sábado (16), em São Luís, mais uma edição da Caravana Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) para entrega e desbloqueio dos cartões do programa Bolsa Escola (Mais Bolsa Família). Desta vez a ação será no Centro de Ensino Joana Batista dos Santos Silva, na Cidade Olímpica, e contemplará, além dos beneficiários do próprio bairro, os do Jardim América, Geniparana, Vila Janaina, Vila Nestor, Vila José Reinaldo Tavares e Cidade Olímpica.

Os moradores destes bairros que são beneficiários do programa federal ‘Bolsa Família’ e têm filhos de quatro a 17 anos na rede pública de ensino, devem se dirigir, entre 8h e 17h, à escola localizada na rua 9, quadra 100, bloco B, Cidade Olímpica. No local, serão entregues os cartões Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) e imediatamente é feito o desbloqueio podendo ser utilizado após três dias para a compra de materiais escolares para os filhos.

Iniciadas em fevereiro, as Caravanas foram criadas para garantir agilidade de acesso ao benefício com atendimento direto à população. Na região metropolitana, os cartões já foram entregues na Raposa, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e em São Luís, nos bairros São Francisco, Centro e adjacências. Agora, na edição da Cidade Olímpica e região, serão entregues mais de dois mil cartões.

Nas escolas da rede pública dos sete bairros contemplados pela ação deste sábado será afixada lista com os nomes dos beneficiários. O cidadão pode, também, buscar mais informações no site do programa (http://www.bolsaescola.sedes.ma.gov.br/site/) e consultar se pode receber o beenfício, informando apenas o CPF.

Programa
Realizado a partir de 2016, o Programa Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) é gerido pela Sedes e vai atender a cerca de 1,2 milhão de crianças e jovens maranhenses, de 4 a 17 anos, com investimento de R$ 72 milhões do Governo do Estado, oriundos do Fundo Maranhense de Combate à Pobreza (Fumacop).

Com crédito no cartão, o beneficiário tem validade de 90 dias para ser usado nas lojas da rede credenciada para compra de material escolar. Em seguida, o cartão dever ser guardado para o acesso ao benefício nos próximos anos.

Ao implementar o programa, o governador Flávio Dino pretende resgatar a dignidade dos estudantes maranhenses, mudar a realidade educacional do Maranhão e fortalecer a pequena economia dos municípios maranhenses. 

Nenhum comentário:

.

.