quarta-feira, 4 de maio de 2016

Rigo denuncia que prefeito pode estar usando caçamba do PAC II para beneficiar a fazenda do tio

O deputado Rigo Teles (PV) anunciou, na quarta-feira (4), durante pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, que vai protocolar denúncia no Ministério Público Federal (MPF), no Ministério Público (MPE) e nos demais órgãos competentes contra o prefeito de Jenipapo dos Vieiras, Gustavo Albuquerque (PDT).    
Conforme a denúncia que está em poder da Assessoria Jurídica do deputado Rigo Teles - baseada em fotografias encaminhadas por vereadores e moradores de Jenipapo dos Vieiras - o prefeito Gustavo Albuquerque está usando uma caçamba do PAC II, de placas OJN-8172, provavelmente em benefício do tio, o ex-prefeito Giancarlos Albuquerque.
Em sua fala, o deputado Rigo Teles exibiu várias fotografias da caçamba do Programa PAC II, de propriedade do Governo Federal, transportando centenas de mourões que seriam usados para cercar uma das fazendas, provavelmente de propriedade do ex-prefeito Giancarlos Albuquerque, com autorização do prefeito Gustavo Albuquerque. 
Para o deputado Rigo Teles, o fato mostra perfeitamente que além de não cumprir o que determinam as leis federais e ignorar os anseios da população que clama por melhorias na saúde, educação, segurança e infraestrutura, o prefeito Gustavo Albuquerque não sabe diferenciar o que é privado e o que é do poder público.  
CABIDE DE EMPREGOS
Em seu pronunciamento, Rigo Teles lembrou que para defender os direitos da população, que já protocolou outras denúncias no Ministério Público Estadual contra o prefeito de Jenipapo dos Vieiras, Gustavo Albuquerque. Desta vez ele foi acusado de empregar, sem concurso público, mais 12 pessoas de sua própria família e alugar prédios dos familiares para abrigar órgãos municipais.
As denúncias partiram dos vereadores Ilnar, Rithie, Erilene e Cleldes, que apresentaram as provas das irregularidades. Todos estavam revoltados com o descaso do prefeito Gustavo Albuquerque, que está afrontando a população e a própria Constituição, que proíbe o emprego de parentes sem concurso público, o qual é crime de nepotismo.

Para Rigo, o que está acontecendo é uma imoralidade, que precisa acabar, pois o prefeito Gustavo Albuquerque ainda está fazendo nepotismo cruzado na Câmara Municipal e na Prefeitura, e alugando prédios dos próprios familiares para abrigar secretarias e demais órgãos da administração de Jenipapo do Vieiras.

Nenhum comentário:

.

.