segunda-feira, 20 de junho de 2016

Assinada ordem de serviço para a construção da ponte do bairro Campo Velho e cinco escolas na zona rural

Em uma solenidade ao ar livre, na praça São Francisco de Assis, o vice-governador Carlos Brandão, o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto, o secretário adjunto de Educação, Anderson Lindoso, e o prefeito Dr. Tema assinaram a ordem de serviço para a construção da ponte do Bairro Campo Velho e 5 escolas do Programa Escola Digna.
Na concorrida solenidade, que chegou a reunir mais de mil pessoas, o secretário Clayton Noleto elogiou o prefeito Dr. Tema por sua inteligência e habilidade em conseguir recursos junto ao Estado. Para a surpresa de todos, o secretario anunciou 10 quilômetros de asfalto para a zona rural do município, serviço que será executado até o final do ano. Clayton ainda elencou inúmeras obras que estão sendo construídas pelo governo em todo estado, destacando a reconstrução de 63 unidades escolares que se encontravam em estado precário de funcionamento e 107 municípios que já receberam asfaltamento do Programa Mais Asfalto.

No decorrer da programação, após a notícia do falecimento do ex-prefeito e ex-deputado Luís Coelho Batista, o Luisão, a pedido do Prefeito Dr. Tema, todos deram as mãos e oraram em favor do ex-prefeito. 

Empolgado e mostrando satisfação com as obras recebidas, o prefeito Dr. Tema, muito bem aplaudido, discorreu o nome dos povoados que irão receber os serviços de pavimentação do Governo do Estado, entre eles, São Miguel, Mato Verde, Belém, Marajá e Arroz. Dr. Tema prometeu que o povoado Cigana e Serra Grande também receberão os mesmos serviços, recursos de emendas do deputado José Reinaldo.

Ele garantiu que em seu próximo mandato irá, impreterivelmente, asfaltar todos os povoados do município. "Eu não me chamo de Tema se no próximo mandato eu não asfaltar todos os povoados", disse. Satisfeito com a abertura do Centro de Imagem, o prefeito pediu ao vice-governador que levasse os seus agradecimentos e de toda população ao governador Flávio Dino pela importante conquista. Ele colocou como meta, se reeleito for, a construção de um novo matadouro e uma solução para a problemática dos resíduos sólidos (lixo).

"A cada dia que passa Tuntum fica melhor, por isso que você não perde eleição, Tema", disse o vice governador ao iniciar seu pronunciamento. Carlos Brandão afirmou que o governador Flávio Dino foi impedido de vir a Tuntum por está participando do encontro dos governadores, mas que havia pedido a sua pessoa para prestigiar a solenidade do amigo Tema. Ele aproveitou o momento para relatar as atuais ações que estão sendo realizadas e os novos projetos do governo Flávio Dino, enfatizando a construção de novos Socorrões, como o de Pinheiro e Caxias que há pouco tempo foram inaugurados, além da proximidade da conclusão de outros nas cidades de Imperatriz, Santa Inês e Bacabal, ficando para o próximo ano as construções de Balsas e chapadinha. Ele ainda anunciou que o governo já está preparando a reforma e ampliação do Socorrão de Presidente Dutra para melhorar o atendimento, momento em que foi muito aplaudido.


Terminado os pronunciamentos, logo foi assinada a ordem de serviço das duas importantes obras. Em seguida as comitivas do prefeito e do vice-governador se deslocaram até o local da ponte do bairro Campo Velho onde fizeram uma rápida vistoria do início da obra. 

Participaram também da solenidade o vice-prefeito Ciro Ricardo, a primeira dama Daniella Jadão, o secretario de Saúde Rawlley Tavares, o chefe de gabinete Alan Noleto, o secretario de Educação, Antonio dos Reis, o secretario de Agricultura, Antonio Durval, o secretario de Esporte e Lazer, Francisco Nascimento, o empresário Raimundinho da Audiolar (Presidente Dutra), Aristeu Nunes (P. Dutra) vereadores, professores, lideranças comunitárias e o público em geral. 

Um comentário:

Anônimo disse...

Excelentes obras pois são de grande importância, mas quero lembrar das outras pontes que merece atenção; ligação dos bairros Tuntum de cima com Vila bento que foi queimada, Mil Reais, Vila mata, esta última em situação mais precária, pois está em risco de desabar a qualquer minuto com os veículos que transitam por lá, também há a necessidade dos moradores do bairro que diariamente se deslocam ao centro para suprir suas necessidades.

.

.