quarta-feira, 6 de julho de 2016

Governador Flávio Dino autoriza convocação de candidatos aprovados em cadastro de reserva no concurso de professores

“Autorizei a convocação de excedentes do concurso de professor para provimento das vagas dos [candidatos aprovados] que não tomarem posse”, declarou o governador Flávio Dino durante a tarde desta terça-feira (5). Em 2015, o Governo do Maranhão realizou concurso para contratação de professores por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Foram abertas 1.500 vagas para contratação imediata e mais 300 para cadastro de reserva.

A chamada dos excedentes é destinada às vagas do quadro da Seduc que não foram preenchidas na última convocação, ocorrida no dia 26 de maio deste ano. A Seduc está levantando a quantidade de vagas disponíveis e divulgará, nos próximos dias, o quantitativo e a listagem com nome dos professores aprovados em cadastro de reserva, que deverão apresentar documentação e tomar posse de forma imediata.

De acordo com a Secretaria de Estado da Educação, as vagas são remanescentes dos profissionais que não tomaram posse por pendências de documentação ou por questões pessoais.  Quanto aos que serão chamados, estes receberão o salário de R$ 4.985,44, para o regime de trabalho de 40 horas semanais, valor que é uma das melhores remunerações entre as pagas nas redes estaduais do país.

Concurso
O concurso foi lançado em novembro de 2015 para o preenchimento imediato do quadro permanente da Seduc, o qual contou com a participação de mais de 83 mil candidatos de todo o país. Foram ofertadas 1.500 vagas e 300 para o cadastro de reservas para 18 disciplinas. Deste total, 230 profissionais destinados a Educação Especial, que está sendo contemplada pela primeira vez em um certame público do Estado.

3 comentários:

Anônimo disse...

Quem diria a senhora Isabel com um contra cheeque fantasma e ainda tem a cara de pau de dizer que era pra ajudar erstudantesconta outra mulher quem nao te conhece que te compre

Anônimo disse...

Dona isabel com contra cheque fantasmas e com a desculpa de ajudar estudantes era mesmo pra despesas pessoais quem nao te conhece que te compre , me arrume um bode

Anônimo disse...

será por que ninguém comenta sobre os outros...Esse povo de Tuntum merece é o tronco e em praça pública.

.

.