quinta-feira, 11 de agosto de 2016

No Dia do Estudante, governador recebe jovens intercambistas do ‘Cidadão do Mundo’



“Experiência transformadora”. Essas foram as palavras mais usadas por intercambistas do Programa ‘Cidadão do Mundo’, em visita ao Palácio dos Leões, na manhã desta quinta-feira (11). Os jovens maranhenses foram recepcionados pelo governador Flávio Dino, durante evento que tratou sobre o programa promovido pelo Governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).
O grupo formado por 23 estudantes voltou recentemente de intercâmbios nos países Argentina e França, onde puderam aprender uma segunda língua e conhecer outra cultura. Para o estudante da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) em Bacabal, Bruno Saldanha, o intercâmbio em Buenos Aires superou suas expectativas. “Aprendi mais coisas além da língua em si. Conheci uma realidade nova, diferente da minha, que sou do interior do Maranhão. Conheci muitas pessoas, outros valores, e isso somou ao meu caráter”, disse o intercambista.
O governador Flávio Dino recepcionou os estudantes e destacou a dimensão inovadora do programa: a geração de oportunidades. “Esse programa tem um simbolismo gigantesco, que é o simbolismo da busca de igualdade de oportunidades, que é o centro, o núcleo das nossas ações de Governo”, disse ele ao encontrar com os jovens.
Ao relatar suas experiências ao governador e aos outros participantes do programa, Bruno destacou a rotina no intercâmbio e contou que as aulas de espanhol aconteciam pela manhã, e atividades culturais e passeios turísticos à tarde. Agora, ele planeja continuar a praticar o espanhol em sala de aula, compartilhando o que aprendeu com outras pessoas. Quem também está cheia de planos é a estudante de Psicologia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Larissa Dias, de 21 anos. Ela viajou para o Sul da França e voltou encantada com a cultura do país. “Os franceses são um povo que lutam pelo que querem, protestam pela democracia. Voltei inspirada a fazer o mesmo, acho que nós no Brasil precisamos disso”, afirmou.
Famílias satisfeitas

Os familiares dos jovens intercambistas também aprovaram o Programa ‘Cidadão do Mundo’. “Agradeço a Deus e ao governador Flávio Dino por essa oportunidade, e também à equipe de organização do programa. Estou muito feliz porque minha filha foi uma das privilegiadas, e espero que todos os participantes, assim como ela, sejam multiplicadores de conhecimento”, falou Reneures Rodrigues Ramos, mãe de Taize Ramos Costa, que viajou para Buenos Aires.
Mãe do universitário Alexis Sousa, 22 anos, egresso da França, Rosa Maria Sousa contou sobre a experiência. “Era um sonho que ele realizou, um objetivo que ele tinha de viajar para fora [do país], ter uma experiência diferente, conhecer outra cultura, outra língua. Agradeço muito o fato de ele ter tido essa oportunidade”. Rosa ressaltou, ainda, a qualidade e a segurança do programa. “Ele foi muito bem recebido pela família, foi uma experiência maravilhosa”.
Poder multiplicador
Durante o encontro, o governador Flávio Dino falou sobre as dimensões que o Programa Cidadão do Mundo desenvolve, enquanto política pública, na transformação do Estado. Para Flávio Dino, o programa potencializa recursos públicos, ao formar jovens multiplicadores de conhecimento; tem o compromisso de ser prestado com qualidade, contrariando a concepção de muitos sobre os serviços públicos; tem o dever de gerar resultado, ou seja, formar bilíngues; e, por fim, promove a cidadania. Segundo o governador, o programa está conseguindo cumprir essas metas, garantindo sua longevidade no decorrer da gestão.
O governador ressaltou, ainda, a importância dos jovens intercambistas, presentes no evento, no desenvolvimento do Maranhão. “Em uma visão tradicional, são apenas 23 jovens entre 250 mil estudantes que nós temos no Ensino Médio no estado. Mas vocês têm esse papel das pequenas sementes, que fazem grandes transformações”, frisou o governador.
Políticas para a juventude

O secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, ressaltou o caráter inovador e o sucesso desta etapa do ‘Cidadão do Mundo’. “É um programa bem-sucedido, com resultados claros, estudantes satisfeitos e famílias também, pelos cuidados que tivemos com seus filhos, reflexo da responsabilidade e do zelo do governo para que tudo desse certo, para que todos fossem e voltassem em segurança”, falou.
Para a secretária da Juventude, Tatiana Pereira, o programa reforça as políticas do governo estadual em prol da juventude. “Hoje, um estudante de escola pública pode tirar CNH gratuita, fazer intercâmbio, ter acesso à profissionalização de cursos técnicos, fazer universidade próximo da sua residência. Fico muito feliz de poder estar vivendo tudo isso”, afirmou.
O Programa ‘Cidadão do Mundo’ oferece intercâmbio internacional a jovens maranhenses com idade entre 18 a 29 anos, para aprendizado das línguas estrangeiras (inglês, espanhol e francês). Para participar, basta ser egresso do Ensino Médio da rede pública ou de instituições de ensino vinculadas a entidades paraestatais ou fundações sem fins lucrativos. Novas bolsas estão disponíveis por meio de inscrições que vão até o dia 12 de agosto, no link: web.secti.ma.gov.br/cidadaodomundo.

Nenhum comentário:

.

.