domingo, 9 de outubro de 2016

‘Fiz em 03 anos, o que meu adversário não fez em 12’, diz Miltinho após reeleição


 O prefeito de São Mateus do Maranhão, Hamilton Nogueira Aragão, o Miltinho (PSB), foi reeleito para a gestão 2017-2020. Ele teve 10.691 votos válidos, o que representa 49,85 % do colégio eleitoral do município. Advogado, com 52 anos, Miltinho foi o representante da coligação ‘Consolidar e Avançar’, tendo como candidato a vice-prefeito, o também advogado Ivo Rezende, do PCdoB.
Reeleito, o prefeito mateusense concedeu entrevista à imprensa para destacar sobre o plano de governo para a cidade, a continuação dos projetos que estão sendo realizados e para agradecer a todos que acreditaram e o ajudaram a consolidar os avanços que estão sendo implementados no município através de sua gestão em parceria com o Governo do Estado.
—A minha reeleição foi construída em cima de muito trabalho e perseverança que se consolidou com a parceria do Governo do Estado. Por isso, quero agradecer de coração a cada um dos mateusenses apostaram na continuação da nossa gestão. Não posso descrever a minha emoção, que estou sentindo nesse momento, eu quero dividir a esse sentimento com cada pessoa que acreditou na nossa luta, na nossa caminhada, que nos ajudou a chegar até aqui. Essa vitória não é minha, essa vitória é do povo de São Mateus — declarou.
Ao longo da campanha, Miltinho teve como estratégia explorar a comparação direta dos 03 anos de sua gestão com os 12 anos do governo do adversário Francisco Rovélio Nunes Pessoa, o Coronel Rovélio (PP), reforçando que sua reeleição é a confirmação de que o povo aprovou as conquistas que vem sendo obtidas desde o inicio de 2013, quando assumiu a prefeitura em seu primeiro ano de mandato.
—Na campanha fiz questão de usar como estratégia a comparação dos meus 03 anos de sua gestão com os 12 anos do governo do adversário [Coronel Rovélio] e a minha reeleição é a prova de que o povo aprovou as conquistas que estão sendo obtidas desde que assumimos a prefeitura no inicio de 2013 em nosso primeiro mandato. A gente vive um momento difícil no Brasil. Um momento de crise econômica, que afeta em geral as prefeituras. Isso sinaliza para um esforço adicional dos prefeitos eleitos e eu tenho consciência do quanto será importante manter o equilíbrio das contas, pagar tudo em dia e garantir que a cidade continue funcionando. Esse é o nosso principal objetivo, o compromisso em resgatar nossa palavra e honrar os compromissos que assumimos ao longo dessa campanha política— concluiu.
Do Blog da Dalvana Mendes

Nenhum comentário:

.

.