domingo, 2 de abril de 2017

“A nova gestão da JPSDB não quer brigar”, afirma José Nunes Martins Júnior


Nos últimos dias, mais uma vez uma polêmica envolvendo a Juventude do PSDB tomou as páginas do noticiário político local. Para buscar explicar o atual momento que está ocorrendo, o presidente da JPSDB do Maranhão explicou que não existe nenhum clima de “guerra” entre os jovens, mas sim um novo momento e que existe a necessidade de compreensão. “A nova gestão do JPSDB não quer brigar, queremos mostrar a realidade do que está acontecendo e muitas informações estão passadas de forma errada”, declarou José Nunes Martins Júnior.

De acordo com o atual presidente da JPSDB/MA nomeado pela executiva nacional do partido e com o aval da executiva estadual, existe uma relação de muito respeito com todos os membros da Juventude tucana, porém ele acredita que alguns membros estão tomando o caminho equivocado. “Eu apoio a democracia, mas o evento (realizado na sexta-feira) que eles estão colocando não tem autorização da JPSDB do Maranhão e não possui legitimidade. Assim como o diretório estadual não concorda”, afirmou.

José Nunes ainda completou: “eu tenho uma boa relação com a ampla maioria dos presidentes da JPSDB municipais. São 32 executivas municipais montadas, mas 8 ou 10 apoiam a antiga gestão e a ampla maioria está esperando o desenrolar dessa situação, e avaliam que essa situação prejudica o partido”.

O atual presidente da JPSDB/MA ainda falou da relação que existe com o antigo presidente Samuel Jorge, “eu não tenho nada contra o Samuel e nem ninguém da antiga gestão, mas o que levou ele a sair da condição de presidente da JPSDB foi a infidelidade partidária, ele defendeu uma candidatura a governador que não condiz com o desejo do partido no Maranhão”.


Para finalizar, José Nunes ainda explicou a executiva estadual da JPSDB/MA está formada, tem o aval da nacional e a legitimidade para atuar, e que o diálogo seria o melhor caminho para encontrar um entendimento, além de colocar o partido como prioridade do debate para as próximas eleições municipais.

Do Blog do Diego Emir

Nenhum comentário:

.

.