terça-feira, 11 de julho de 2017

O presidente Temer, prefeito Tema, senadores e deputados federais do Maranhão definem uma maneira para aliviar o corte do repasse do Fundeb.

Aconteceu na manhã desta terça-feira (11) uma reunião com a presença do presidente da  Republica Michel Temer, o ministro da Educação José Mendonça Filho, o ministro da Fazenda Henrique Meireles,  o presidente do FNDE, Sílvio Pinheiro, o presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Tema Cunha, os senadores Roberto Rocha, Edson Lobão e João Alberto e os  deputados federais da bancada maranhense para tratar da questão do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), a respeito  da portaria nº 823/2017, editada e publicada na semana passada que autoriza o desconto de R$ 224 milhões das contas das prefeituras do estado referente ao ajuste anual do Fundeb de 2016.

Ficou definido pelo presidente Temer e seus auxiliares a antecipação de R$ 168 milhões, resultante da compensação do segundo semestre e que seria liberado no mês de dezembro, como forma de amortizar os problemas financeiros do estado e dos municípios.

Essa antecipação do recurso do segundo semestre para ainda este mês de julho, e dessa forma, as prefeituras consigam pagar a folha do mês, e suas obrigações em dias.

O presidente da FAMEM disse ao Blog do Pedro Jorge, que esta é uma saída de consenso e que vai amenizar os problemas do município, onde dará tempo para que os gestores se preparem para dezembro. 

Veja os deputados do Maranhão que estavam presentes;
Hildo Rocha (PMDB), Cleber Verde (PRB), Pedro Fernandes (PTB), Victor Mendes (PV), Alberto Filho (PMDB) , Rubens Júnior (PCdoB), Zé Reinaldo (PSB), Waldir Maranhão (PP), Juscelino Filho (PEN) Aluísio Mendes (Podemos), André Fufuca (PEN): 56.879 – Júnior Marreca (PEN) e Weverton Rocha (PDT)

Um comentário:

los anroid's futebol clube (L.A.F.C) disse...

Na foto eu também vejo o então Dep. Deoclides Macedo. porque o nome do mesmo não fora citado na relação abaixo?

.

.